• Giovana Quini

Como você trata seus amigos?

Há muito tempo eu tenho um grande parceiro de cinema: meu filho Leonardo





Hoje, para comemorar oficialmente o início das minhas férias, fomos ver o filme: "Wifi Ralph quebrando a internet"

Primeiro que assistir animação é sempre muito bom, o ar de infância contamina e nos dá uma nostalgia gostosa...... 

Segundo a companhia, estar com meu filho é sempre uma diversão! Mesmo com 18 anos, ele se diverte vendo desenho animado comigo!

Mas esse desenho me levou a duas reflexões que preciso dividir com vocês:


Primeira - Como você recebe e administra as mudanças em sua vida?

Segunda - Como você trata seus amigos?

Hoje eu quero me deter na segunda, falar sobre amizades.

No primeiro desenho da série, "Detona RalphRalph era um personagem solitário, bruto. Quebrava tudo à sua volta e não tinha amigos. No final da história ele ganhou uma amiga, Vaneloppe, uma corredora de outro jogo.

Bom, na trilha atual, a amizade deles está solidificada, mas Ralph mostra desde o começo uma dependência emocional muito grande. Ele fala por diversas vezes que Vaneloppe só tem ele como amigo, que ele é um amigão, que ele cuida dela e que a vida deles é perfeita como está.


Fiquem calmos, não vou contar o final da história não!

kkkkkk


Mas, em determinado momento, a Vaneloppe quer buscar a realização de um sonho e ele faz tudo para impedir, porque isso iria mudar a rotina deles.


Me vi dentro do cinema, refletindo sobre minha própria vida. Que tipo de amiga eu sou? e que tipo de amigos eu tenho ao meu redor?


Infelizmente, como muitos, eu também já me decepcionei com "amizades". Pessoas com as quais eu imaginava que poderia contar e, nos momentos mais difíceis da minha vida, não estavam ao meu lado e não me deram nenhum apoio! Já tive amigos "Ralph", que não querem ver meu crescimento, meu desenvolvimento. Não estão felizes com algumas mudanças e parece que não querem me ver alcançar nenhum dos meus objetivos, realizar meus sonhos.....


No momento estou vivendo algumas dessas "decepções". Mas..... como diz meu mentor Anderson de Oliveira: "Águias voam com Águias". Pode ter certeza que nem todos que estão ao seu redor irão entender seus sonhos e lhe apoiar. Faz parte da vida, da natureza humana.


Mas... a minha principal preocupação com essa reflexão foi uma auto análise que tenho feito: Que tipo de amiga, EU SOU?????


Será que tenho apoiado aos meus amigos a alcançarem seus objetivos, a realizarem seus sonhos? De alguns mais próximos eu ouço que sim, que sou até chata porque pego mesmo no pé. Vejo algo que a pessoa pode fazer para alcançar um objetivo e não sossego até fazer ela perceber.

Isso tem muito haver com minha formação e, principalmente, minha missão como Coach, levar as pessoas à se conhecerem, perceberem a força que tem, aquilo que elas tem de melhor para utilizar essas forças e alcançarem seus objetivos.


Preste atenção nas pessoas que lhe cercam, como elas tem reagido quando você manifesta o desejo de alcançar algo?

E você, como tem cuidado dos seus amigos? É um amigo "Ralph", que só pensa em você mesmo? Ou é alguém que realmente sabe motivar e querer o melhor para o outro?

Um beijo,

Gi


(Texto original publicao em 07/01/2019)

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo