• Giovana Quini

Passos para o recrutamento e seleção - segunda parte

Na semana passada começamos a falar sobre o caminho de Recrutamento e Seleção que uma empresa deve percorrer para montar uma equipe de sucesso.



Falamos sobre a importância de determinar o propósito da empresa, definir o público alvo, definir o perfil do profissional e sobre como anunciar a vaga.

Continuando nesse caminho, hoje quero começar a falar sobe o Quinto Passo que é o planejamento da entrevista. Quando vamos passar pelo momento da entrevista, precisamos nos preparar para isso. O que você quer saber sobre o candidato? Quais são as informações importantes sobre a formação, experiências passadas, perfil de comportamento de cada candidato?

O momento da entrevista é um momento importante de conhecimento, onde a empresa vai buscar conhecer um pouco sobre o candidato e o próprio candidato irá conhecer um pouco mais sobre a empresa e sobre as condições de sua contratação.

Então, planeje a entrevista. Se prepare. Primeiro selecione quais as informações são importantes saber de cada candidato. Escreva um roteiro para essa entrevista. Infelizmente eu vejo vários gestores sem preparação nenhuma fazendo do momento de entrevista um bate papo, momentos de desabafo e até terapia! Nem você, nem o candidato estão lá para isso.

Escreva as perguntas e conduza todas as entrevistas da mesma maneira.

Se prepare também para entregar informações importantes. Seja claro, transparente e objetivo. Fale sobre os termos da contratação, sobre o que é esperado do candidato e qual o perfil da vaga.

Após escolher os melhores candidatos através da entrevista, é o momento do Sexto Passo, ou seja, o teste. Primeiro quero te lembrar que legalmente, você não pode ter receita proveniente de um processo seletivo.  Ou seja, o que o candidato produzir, ou o atendimento que ele fizer não pode ser para cliente, você não deve receber dinheiro algum.

Por exemplo, ao realizar testes com uma candidata à manicure, deve realizar o teste em você mesma, em outro funcionário, mas nunca em uma cliente. Para realizar o teste também é importante que você se planeje e tenha em mente o que irá analisar.

Observar o comportamento, a forma de falar, de se vestir e se portar, o manuseio dos equipamentos, o uso adequado dos produtos disponíveis e o tempo gasto em cada procedimento são pontos cruciais para essa avaliação. Mas, você não deve esquecer de observar também a técnica utilizada e o resultado final do trabalho.

Lembre-se de, ao avaliar o tempo usamos para o procedimento, levar em consideração o nervosismo do momento. Claro que com cautela. Se a candidata falar na entrevista que leva em média 30 minutos para fazer a mão de uma cliente e no teste levar 40 minutos, tudo bem. Afinal de contas, ela não conhece a cutícula e a unha de quem irá atender. Mas, se na entrevista ela prometer entregar o trabalho pronto em 30 minutos e no teste demorar uma hora ou mais, cuidado! Ela com certeza, estará mentindo!

Lembre-se em cada um desses passos que você está buscando um profissional que deve ser adequado ao perfil de cliente que você atende e à equipe com a qual você já atua. Se quer mesmo ter uma equipe motivada, engajada, que vista a camisa e promova um excelente atendimento ao seu público, invista tempo no recrutamento e seleção


Beijos


Gi


(Texto original publicado em 07/10/2019)

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo